Muda, muda, muda

Muda, muda, muda

 

 

Lugares novos, pessoas novas, novas descobertas, novos grupos, novas crenças e…. novas frustrações.

Vamos atrás da felicidade, com distância do que incomoda e na esperança da bem-aventurança.

Mas carregando nossos arquivos de sempre.

Transmigrar e se profissionalizar como turista espiritual, turista amante, turista vizinho….sempre com mochila recheada e  pronto para viajar.

E como o de fora espelha o de dentro no processo da coemergência, parece que o filme se repete apenas com outros personagens, em outras paisagens…. e dá aquele vazio da falta.

Chega novamente a insatisfação, as duvidas…

Que tal experimentar um novo lugar? Um novo encontro?

Uma nova certeza…????

Ou não…mas tudo bem mudar…com condições.

Faça a experiência e observe: se a paisagem é outra bem diferente, se as pessoas têm manias outras, se encontrou um lugar ou uma parceria honesta, se parece mais seguro…parabéns! Sinal que você está em processo de mudanças internas, de esvaziar os arquivos, a lixeira e experimentar descobertas, modos, afetos, surpresas, novos sustos, novas chuvas com novos olhares.

Experimente o novo e relaxe…… porque nada é totalmente garantido e legisle em causa própria mas….. não exagere na expectativa.